INSPIRADORAS

Figura femininas importantes da história viram ilustração nas mãos de Renata Segtowick

POSTADO EM: Quinta-Feira, 08/03/2018, 09:51:22
ATUALIZADO EM: 08/03/2018, 09:51:22

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher e marcando os 20 anos de carreira da ilustradora paraense Renata Segtowick, hoje, às 19h, abre a exposição “Elas – Empoderadas, Lutadoras, Admiráveis”, na Casa do Fauno. Entre as personalidades retratadas na primeira individual da artista, estão a pianista, cantora e compositora Nina Simone, a professora e filósofa Angela Davis, e a escritora, filósofa e teórica social Simone de Beauvoir. Em comum, todas elas foram fortes defensoras dos direitos das mulheres e inspirações para as gerações seguintes.

A ideia de transformar tais figuras em ilustrações e com elas formar uma mostra, já estava presente há muito tempo nos planos da artista. “Eu já faço ilustração sobre mulheres, retrato algumas figuras. É um tema que gosto bastante e que pretendia levar para uma exposição, só não esperava que fosse agora”. 

O convite para uma mostra só com obras de temática feminina veio da própria Casa do Fauno. “Tenho uma amiga que trabalha lá, e quando veio a sugestão, comecei a colocar em prática”, conta. As 12 ilustrações foram feitas no curto espaço de tempo de uma semana.

Em cada obra, está representada uma mulher inspiradora, como a compositora Chiquinha Gonzaga e a jovem Malala, Prêmio Nobel por sua militância pelo direito das meninas à educação no Paquistão. Entre todas as escolhas que fez, Renata afirma que sua ligação mais forte está com a imagem mais popular nos dias atuais. “Todo mundo usa a imagem dela, é moda, mas não tenho como não me identificar com Frida Kahlo, até por ela ser uma artista plástica, assim como eu”. 

As ilustrações trazem sempre algum ícone que faça parte da vida de sua personagem, algumas vêm acompanhadas de frases célebres, e todas elas terão ao lado uma “ficha técnica” contando um pouco de suas trajetórias.

Renata destaca que estas são histórias de mulheres responsáveis por ultrapassar barreiras e quebrar tabus na sociedade. “Tudo que a gente conquistou até hoje em relação aos direitos da mulher, nada foi dado, concedido... ‘Vou deixar você votar’, ‘você vai ganhar o mesmo que eu mesmo recebendo licença maternidade’. Nada é concedido. Tudo foi resultado de mulheres que lutaram antes de nós. Por isso é importante representar, mostrar suas histórias, para que a gente não esqueça que nossos direitos precisam ser conquistados e defendidos todo dia”.

Angela Davis e Malala estão entre as personagens retratadas em “ELAS”, primeira individual de Renata,que tem 20 anos de carreira como ilustradora. (Foto: Divulgação)

20 anos

Formada em publicidade e propaganda, Renata Segtowick é diretora de arte e ilustradora. Com a exposição “ELAS”, a artista comemora seus 20 anos de carreira. “É minha primeira individual, depois de quatro mostras coletivas com os colegas do Coletivo Argonautas de Ilustradores, do qual faço parte. Dá bastante trabalho – com o coletivo a gente divide tudo –, mas tem sido bem legal”. 

O trabalho de Renata pode ser encontrado em publicações, peças de publicidade e objetos de sua própria marca. Sua obra têm como tema central a Amazônia, seus personagens e mitos, o universo feminino e figuras da cultura popular e midiática, como o cinema, a TV e também a literatura. Em sua reflexão permanente, diz ela, “é que a gente tem que lutar pela igualdade de gênero e respeito na profissão”.

Visite

Exposição “ELAS – Empoderadas, Lutadoras, Admiráveis”, ilustações de Renata Segtowick
Abertura: Hoje, às 19h.
Visitação: Até 15 de abril, na terça, das 12h às 20h; quarta, de 12h às 22h; e de quinta a sábado, das 12h à 0h.
Onde: Casa do Fauno (Aristides Lobo, 1061, entre Benjamin Constant e Rui Barbosa)
Quanto: Aberto ao público.


(Lais Azevedo/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment