ARTE EM MATURAÇÃO

Tarcísio Ribeiro expõe coletânea com obras que permanecem ganhando novas interações

POSTADO EM: Segunda-Feira, 12/02/2018, 08:29:46
ATUALIZADO EM: 12/02/2018, 08:29:46

zoom_out_map
Divulgação

Uma coletânea da produção dos últimos 20 anos de pinturas do artista plástico Tarcísio Ribeiro, a exposição “Um Instante” está aberta ao público até o mês de abril, na Barbearia Belém. Ela chega logo em seguida a outra exposição do artista no mesmo ambiente, chamada “O Grande Dia”, e que, atendendo a pedidos, permaneceu em cartaz por seis meses. 

A nova mostra é composta em grande parte por obras que foram revisitadas pelo artista ao longo do tempo. “Compreendo revisitar as obras como algo comum”, afirma Tarcísio. Isso porque elas ficam expostas ao alcance dos olhos do artista por longos períodos, “o que me faz ver alguns pontos onde uma alteração traria benefícios àquela obra”, explica. Depois ele a coloca de volta ao público, “maturando”, define o artista, e eventualmente poderá adquirir novas intervenções, “até que alguém goste dela a ponto de tirá-la de perto de mim”, diz ele.

A maioria das telas de “Um Instante” têm mais de dez anos dessa maturação. Entre elas, Tarcísio destaca “Osso da Borboleta” (revisitada em 2007, 2010, 2012 e 2016). Nas palavras de Nazaré Bessa, que escreve a apresentação da mostra: “uma criação intrigante na qual, sob uma aparência límpida e direta, é possível mergulhar em enigmas profundos, que foram inseridos por meio de mutações intensas ao longo de uma década de interações e estudos do artista”.

Já para seu criador, “Osso da Borboleta” não se destaca tanto pelo tempo de maturação, “mas pelo adensamento da obra, por algumas lembranças dos momentos de pintura e pelo resultado atual”. Outra pintura que passou por uma espécie de processo evolutivo é “A Árvore Cósmica”, que surgiu em 2004 como “A Árvore e o Cosmos” e renovou-se em 2007 e 2013, até chegar à versão atual. Junto a elas, o público confere ainda: “Meu Reino” (2012), “Pão de Açúcar” (2004), “A Grande Onda” (2017), “Azul em Movimento” (2005), entre outras.

Enquanto estão ao alcance de seus olhos e suas mãos, o artista combinou com a Barbearia Belém que continuará interagindo com algumas das obras, no próprio ambiente expositivo. “Um fato relativamente curioso, que sugere uma dinâmica de vida às obras. Considero muito pouco provável que uma pintura perca sua essência com a continuidade”, diz.

Daí o nome da exposição. Mesmo em 10 ou 20 anos sendo trabalhadas, as obras não passam de um instante, tal como na expressão “a vida é um sopro” – “fato que depois de determinada idade, fica claro como o dia”, diz o artista. O nome da mostra sugere ainda que se pare um instante para contemplá-la em meio ao casarão antigo, onde tantos ambientes convergem – uma barbearia, estúdio de tatuagem, café... E galeria de arte.

Exposição

“Um Instante”, de Tarcisio Ribeiro
Quando: Até 30 de abril, de segunda a sábado, das 9h às 20h.
Onde: Barbearia Belém (Rua Antônio Barreto, 939, entre Alcindo Cacela e 14 de Março)
Quanto: Visitação gratuita
Informações: 
91)3353-7457

(Lais Azevedo/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment