UMA FESTA

Mostra de cinema apresenta em Belém o melhor da produção contemporânea italiana

POSTADO EM: Quinta-Feira, 02/08/2018, 09:32:33
ATUALIZADO EM: 02/08/2018, 09:44:40

zoom_out_map
Divulgação

Belém será palco pela primeira vez do festival “8 ½ Festa do Cinema Italiano”, que traz ao Brasil uma seleção de filmes daquele país. A mostra começa hoje e segue até o dia 8, com exibições no Cine Líbero Luxardo. 

Além de Belém, integram o circuito as cidades de São Paulo, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Curitiba, Recife, Salvador, Vitória, Goiânia e Florianópolis. Em todas os filmes serão exibidos simultaneamente, sempre com pelo menos dois filmes em cartaz por dia.

“A identidade cultural brasileira é formada por um mosaico de influências, e uma das mais relevantes talvez seja a italiana. Então tem esse caráter de identidade cultural comum que a gente quer resgatar, além do objetivo de fazer um festival italiano de cinema contemporâneo, não retrospectiva dos mestres do passado, que são sempre muito apreciados no Brasil, mas trazer obras novas e a produção recente”, conta Tommaso Mottironi, produtor executivo do Festival.

Na programação, filmes de comédia familiar, comédia dramática, policiais e premiados, tudo pensado num público diversificado, tentando agradar uma gama maior de pessoas. “A programação é sempre pensada para obedecer a esse requisito, de abranger uma variedade muito ampla de gêneros de filmes e também, é claro, ficamos atentos para filmes que foram premiados nos principais festivais europeus, para trazer à nossa curadoria aqueles que já tiveram uma aceitação não só pelo público, mas também pela crítica”, diz Mottironi. Entre esses destaques recentes que integram a mostra está “Dogman”, de Matteo Garrone, aplaudido na competição do Festival de Cannes deste ano, e que deu a Marcello Fonte a Palma de Ouro de Melhor Ator.

Hoje em Belém, às 16h, a programação abre com a exibição do filme “Emma”, que conta uma história de amor única entre Teo, um homem criativo, seguro de si, que trabalha em uma grande agência de publicidade e vive rodeado de mulheres. Mas um dia conhece Emma, uma médica osteopata que faz das suas limitações as suas melhores qualidades. Emma, que desde criança não consegue ver, utiliza os outros sentidos para interagir com o mundo à sua volta. Na trama os protagonistas aprendem a deixar-se conduzir em uma escuridão que não provoca medo. 

Já às 18h15 é a vez do “Aqui em Casa Tudo Bem”, sucesso de bilheteria com um elenco de grandes intérpretes, e que marca o regresso de Gabriele Muccino, estrela de “À Procura da Felicidade” e “O Último Beijo”, ao cinema italiano, com um filme de grande impacto emotivo. 

O roteiro mostra as bodas de ouro de Pietro e Alba, ocasião única para festejar convidando a família inteira para a maravilhosa ilha de Ischia, em Nápoles. Música, comida e sorrisos acompanham este encontro, mas, quando uma tempestade prende o numeroso grupo na ilha, obrigando-os a compartilhar a casa, os rancores e as hipocrisias escondidas durante muitos anos emergem de forma imprevista. 

Às 20h30, fechando o primeiro dia do evento em Belém, será exibido “Fortunata”, drama de 2017 dirigido e escrito por Sergio Castellitto e Margaret Mazzantini, protagonizado por Jasmine Trinca, e que estreou no Festival de Cannes 2017.

Belém recebe festival pela primeira vez

“Aqui em Casa Tudo Bem”marca o retorno de Gabriele Muccino, estrela de “A Procura da Felicidade”, ao cinema italiano. (Foto: Divulgação)

Na programação do “8 ½ Festa do Cinema Italiano” há ainda espaço para os maiores sucessos de público da mais recente temporada na Itália, como “A Garota na Névoa”, de Donato Carrisi, um suspense policial protagonizado por Toni Servillo, e “Made in Italy”, realizado por Luciano Ligabue, um dos mais conhecidos cantores e compositores da Itália.

Belém foi escolhida para sediar pela primeira vez o festival, segundo o produtor por sempre ter tido uma relação muito forte com o velho continente, além de ser uma capital com uma cena cultural muito forte nas áreas do audiovisual e do cineclubismo. “A expectativa é ter um ótimo público. Trouxemos para Belém uma seleção excepcional e acho que o público vai reconhecer isso e acompanhar a nossa programação”, convida.

O “8 ½ Festa do Cinema Italiano” é um evento que surgiu em Lisboa em 2008 e, em 10 anos, já expandiu a sua programação para diferentes países de língua portuguesa, tais como Angola, Moçambique e Brasil, cuja primeira edição ocorreu em 2014, em Porto Alegre. Por aqui, a organização é da Associação Il Sorpasso, em colaboração com Mottironi Editore e com o apoio institucional da Embaixada da Itália em Brasília, dos Institutos Italianos de Cultura de São Paulo e Rio de Janeiro e do Cinecittà Luce. O evento conta com a colaboração também da rede de Consulados Italianos em todas as cidades que recebem o festival no Brasil.

O evento se propõe não só a promover a qualidade do cinema italiano junto ao público brasileiro, mas também a colaborar para que o cinema italiano e também o europeu possam encontrar espaço sempre maior na oferta cultural do país.

IMPERDÍVEL

“8½ Festa do Cinema Italiano”

Quando: De hoje ao dia 8,com sessões às 16h,18h15 e 20h30

Onde: Cine Líbero Luxardo (Centur - Av. Gentil Bitencourt, 650 – Nazaré)

Quanto: R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia/estudante), à venda na bilheteria ou nos sites do Itaú cinemas e  festa do cinema italiano


(Aline Rodrigues/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment