OPINIÃO

Dedeco e o mistério insondável das usinas de boatos

POSTADO EM: Domingo, 01/04/2018, 11:18:07
ATUALIZADO EM: 01/04/2018, 11:18:07

Volante do Castanhal e artilheiro do Parazão, Dedeco tem visto seu destino ser apregoado em prosa e verso há vários dias, sempre com endereços diferentes. Uns dizem que estaria com contrato já pré-assinado com o Remo. Outros garantem que pode se apresentar no Náutico-PE. E há, ainda, especulação sobre possível ida para o Nacional-AM, tese reforçada pela presença de Lecheva no comando técnico do time de Manaus.

Como sempre, a boataria mais confunde do que esclarece. A essa altura, só o próprio Dedeco e seu empresário podem dizer qual o futuro clube do jogador, embora obviamente prefiram manter silêncio.

O fato é que a razoável visibilidade obtida pelo volante-artilheiro no Estadual pode vir a render algum contrato lucrativo desde que bem administrada, o que parece ser justamente a intenção do representante do jogador, com o auxílio prestimoso dos boateiros de plantão.

TALISCA CONFIRMA O PODER DA VITRINE CHAMADA SELEÇÃO

Digam o que disserem, mas a Seleção Brasileira ainda é a vitrine mais atraente do planeta. Bastou uma convocação de Tite para que o baiano Anderson Talisca despontasse como sonho de consumo de gigantes europeus, como Inter de Milão, Arsenal, Liverpool e Atlético de Madri.

O último interessado é o Manchester United, disposto, segundo jornais britânicos, a desembolsar R$ 85 milhões pelo atleta que defende o Besiktas e pertence ao Benfica. Talisca não vai ser titular do Brasil na Copa, talvez nem mesmo vá à Rússia, mas a convocação já cumpriu seu papel.



COMENTÁRIOS mode_comment