zoom_out_map
(Foto: Fernando Araújo/Diário do Pará)

Desempenho sofrível, resultado excelente

Segunda-Feira, 15/05/2017, 07:27:31 - Atualizado em 15/05/2017, 08:33:08

No sábado à noite, em jogo sofrível no aspecto técnico, o Papão superou o Oeste com dois gols na etapa final e estreou com vitória na Série B, coisa que não acontecia há 19 anos. Foram grandes as dificuldades encaradas pelo time alternativo montado por Marcelo Chamusca para o jogo.

Com apenas dois titulares (Emerson e Augusto Recife), Chamusca armou o Papão com a zaga reserva e a presença de quatro estreantes – Peri, Fernando Gabriel, Wellington Jr. e Marcão.

Os primeiros movimentos denunciaram a falta de conjunto e uma certa apatia do time. O Oeste, também estreando vários atletas, não chegava a ameaçar, mas era mais organizado na construção de jogadas.

No início do 2º tempo, um grande susto. Robert encobriu Emerson e marcou para o Oeste. O gol acabaria anulado erradamente pelo auxiliar, que apontou impedimento. Na sequência, aos 7 minutos, o Papão achou o seu gol. Após escanteio, a bola sobrou para Fernando Gabriel, que bateu cruzado. A bola desviou no zagueiro Garuth e entrou.

A partir daí, o time se encolheu, esperando os avanços do Oeste para contra-atacar. Apesar de se fechar bem, o Papão não acertava o último passe para explorar os contragolpes. 

Foi preciso que Bergson, Diogo Oliveira e Rodrigo entrassem para dar mais sustança à equipe. O segundo gol veio em pênalti sofrido e cobrado por Bergson. 

A atuação não foi de encher os olhos, mas o resultado foi excepcional para uma estreia.


COMENTÁRIOS mode_comment

CONTINUE LENDO keyboard_arrow_down
CONTINUAR LENDO keyboard_arrow_down